IMPRENSA

Saúde promove semana de sensibilização sobre hepatites virais

28.07.2020 · Secretaria Municipal de Saúde
  • img_0642
  • img_0623

A Prefeitura de São Gabriel do Oeste, por meio da Secretaria de Saúde, está promovendo durante esta semana, uma ação de sensibilização sobre as hepatites virais. O mês conhecido como “Julho Amarelo”, divulga o movimento que marca o combate das hepatites pela Saúde Mundial. 

 

Na cidade, todas as unidades de saúde estarão mobilizadas para realizar a testagem rápida para estas doenças; a ação tem como objetivo auxiliar no diagnóstico precoce, reduzindo os riscos de agravamento da hepatite. Durante a mobilização, serão distribuídos materiais informativos e preservativos masculinos e femininos para a população que procurar um posto de saúde. 

 

De acordo com a enfermeira Juciléia Magalhães, coordenadora de Programas de Saúde do município, mesmo em meio a pandemia do coronavírus, as diversas ações referentes a prevenção a outras doenças continuam. São Gabriel do Oeste, por exemplo, reforçou a testagem rápida de hepatite e HIV desde o início de 2020; além de manter as campanhas de vacinação em dia, com a aplicação das doses seguindo o calendário do Ministério da Saúde. 

 

Juciléia lembrou ainda, que a Secretaria de Saúde oferece o teste rápido de HIV, sífilis, hepatite B e C gratuitamente para a população em suas ESFs. O resultado do teste sai em poucos minutos ajudando no diagnóstico precoce. A hepatite é uma doença grave e silenciosa, se não tratada no início pode evoluir rapidamente para uma cirrose, ou até mesmo um câncer de fígado. 

 

Hepatites 

 

No dia 28 de julho é comemorado o Dia Mundial de Luta contra as Hepatites. As hepatites virais são doenças silenciosas, provocadas por diferentes tipos de vírus (A, B, C, D, E) que prejudicam o fígado, com características epidemiológicas, clínicas e laboratoriais distintas, com diferentes vias de transmissão e em alguns casos, com sinais e sintomas manifestos décadas após o contágio. 

 

A hepatite C é a responsável pela maior parte dos óbitos por hepatites virais no Brasil. Para se prevenir é recomendado o uso de preservativos pois a hepatite C é uma doença sexualmente transmissível. Outra forma de prevenção é não compartilhar material de uso pessoal, como alicates de cutícula, lâminas de barbear, escova de dente, entre outros. 

 

O uso de drogas também está relacionado à transmissão das hepatites e outras doenças. Tatuagens e piercings só devem ser feitos em locais autorizados e é necessário que todo o material utilizado seja esterilizado ou descartável. As hepatites B e C têm tratamento gratuito no SUS. 

 

 

 

Para navegação via teclado,
utilize a combinação de teclas
conforme o modelo abaixo:
ALT + [N° de atalho]

Atalhos de navegação:
Atalhos para contraste do site:
7 Cor original
8 Com contraste
Tamanho da Fonte
A+ A-